Lutador Ariel Machado conta como o método Kaiut o ajuda em sua vida profissional e pessoal

09 ago 19

Um dos maiores lutadores de Kickboxing do mundo, o curitibano explica como o método Kaiut ajuda em sua vida pessoal e profissional

Concentração, foco e precisão: tudo o que um lutador precisa para desempenhar bem suas técnicas e superar seus adversários. Não por coincidência, essas características também são alguns dos benefícios que o Método Kaiut oferece aos seus praticantes. O resultado disso pode ser visto em Ariel Machado, um dos maiores lutadores profissionais de Kickboxing e Muay Thai do mundo. 

Em 2017, quando se preparava para a disputa do título mundial de Kickboxing, Ariel recebeu de um amigo a indicação da prática de yoga para melhorar sua mobilidade. Quando começou a conhecer o método Kaiut naquele ano, ele não esperava que os resultados fossem tão amplos e tão rápidos. 

“Comecei a prática com o professor Naudé, e me surpreendi com os resultados obtidos rapidamente. Além de todo o benefício físico, como a mobilidade, também tive uma melhora incrível na parte mental. Consigo me controlar, escutar atentamente os técnicos e realizar os golpes com melhor precisão. Hoje, considero a prática (de yoga) como fundamental para minha performance”, revela.

A melhora na performance, segundo ele, pode ser vista na prática. “A yoga me ajuda a me manter mais focado e a conseguir melhorar muito minha performance nos treinos e nas lutas. Com isso, com certeza obtive melhores resultados”, completa.

Qualidade de vida

Além dos benefícios profissionais, Ariel também credita ao método Kaiut uma melhoria significativa em sua qualidade de vida. “Adoro praticar yoga, pois aprendi a controlar melhor minha ansiedade. É um momento em que fico livre das correrias diárias, consigo pensar exatamente apenas no que estou fazendo, me desligo por completo do mundo exterior e tiro aquele momento para mim”, comemora.

Para o lutador, a inclusão oferecida pelo método Kaiut faz toda a diferença para que os praticantes sintam-se à vontade. “Acompanho os mais variados perfis de pessoas fazendo a prática com diferentes idades. Com certeza é uma escola que visa a inclusão. As práticas são organizadas e todos podemos acompanhar (os ensinamentos) desde a primeira aula”, conta.

O método Kaiut está aberto para todos os perfis e idades. Acesse o site da Kaiut e venha conhecer!